sexta-feira, 13 de janeiro de 2012


Fazendo a diferença até na hora da morte...

Bem, um dia desses um jovem da IURD que eu frequento faleceu. E lá fui eu em seu velório, mas não vem ao caso a morte dele agora, o assunto é outro. Não é que eu goste de cemitério, mas enquanto o corpo do rapaz velava, e o enterro não chegava, resolvi dar uma voltinha pelo cemitério, eu e umas jovens.

Vou te contar... cada coisa perturbadora lá dentro... trabalhos, velas, e até comida pra defunto, acredita? KKK. Mas então, eu prossegui em minha empreitada maluca , meu tour pelo cemitério. ( é, eu não bato bem das ideias, eu sei).
Tinha uns túmulos lá, que só de olhar, a impressão que dava, é que a pessoa pegou um elevador e foi direto para o inferno, meu Deus, até as fotos nas lapides...horrível!

Mas então, continuei caminhando, e eu reparei, que bem a frente de mim, uns trinta metros, mais ou menos, tinha um túmulo diferente, ele brilhava. KKK. Foi estranho, eu sei. E a aproximação, foi inevitável. E quando eu cheguei pertinho, quando eu fui olhar o túmulo, tcharam.... surpresa!!!

O que eu vi? Era a lapide de um obreiro. Isso mesmo. Um senhor que tinha partido naquele mesmo ano. Com Jesus. Foi muito forte, de verdade. A foto dele vestido com seu uniforme de guerra, sua farda, e logo abaixo, as inscrições desse versículo maravilhoso:
“Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé...”
( II Timóteo 4:6-7)

Olha, quer saber de uma verdade absoluta? Quem é de Deus, faz a diferença até na hora da morte, e o nascido de Deus brilha, resplandece...

“...no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo;”
(Filipenses 2-15)

Talvez você tem estado apagado, passado por despercebido, ninguém te nota, nem fede nem cheira.... Ahh, meu caro, o problema está grave hein, o obreiro a sete palmos faz a diferença, e você, vivinho da silva, é só “mais um”, então, só há uma maneira de você se ascender, e sabe qual? Nascendo de novo, e recebendo o que de mais glorioso pode se receber, o Espírito Santo..
.
Medite...
Na fé e na guerra, Caroline Benaia


Um comentário:

cc84d9fc-3ede-11e1-ae18-000bcdcb8a73 disse...

oi karo vc disse tudo muitas vezes as pessoas estao no nosso meio acha que e algunha coisa trata as pessoas mal e se diz ate ser de Deus mais existe uma grande diferença entre vc ser nascido ou ser por isso e muito importante gurdar nossa fé bjs d.day