quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Marta e Maria

Muitas vezes li e reli a passagem que fala da visita do Senhor Jesus até a casa de Marta e Maria. E sempre que  lia, pensava, poxa vida, como Marta era uma ingrata, com o Senhor Jesus em casa, ela se preocupando com os afazeres, mas que mulher hein? É, a própria palavra de Deus diz, que ela renova-se dia após dia. E Deus falou comigo. Pense comigo, quando uma visita vai até nossa casa, qual é a nossa reação? Queremos oferecer o melhor para a visita, na casa tudo tem que estar em ordem, a melhor comida, a casa limpinha....   Agora imagine você, o próprio Senhor Jesus indo te visitar....   E agora? Ainda é fácil julgar Marta?! É claro que não. Ela não estava errada. Só priorizou aquilo que não tinha tanta importância. Com essa passagem, notamos o quão essencial é para Deus, sermos, ao invés de fazermos. É obvio que aquele que é pra Deus faz para Ele, mas isso não é o que realmente importa. Existem momentos em que o que realmente importa é parar para ouvir a voz de Deus, saber qual a sua vontade para nós. Talvez você tem reclamado que sua vida espiritual, seu ministério, não andam, não evoluem, mesmo você fazendo e acontecendo...  Caro amigo(a), devemos entender que para Deus o que importa é ser. O fazer é consequência. 

Na fé e na guerra, Caroline Benaia 

Um comentário:

Pamela Araújo disse...

Muito bacana, o importante é fazer a diferença, e escolher a boa parte que nem Maria fez.