sexta-feira, 9 de março de 2012

A anormal...


Todos sabemos que quando nos convertemos, e nos entregamos de fato, tudo muda. Se queremos um relacionamento com Deus devemos abrir mão de nossas amizades que não são da fé. Dos velhos hábitos e tudo o mais, porém o que mais me deixa embasbacada, é o fato de quando você se entrega, e está dentro da igreja, também deve analisar suas amizades. Na igreja não existem somente pessoas convertidas, e infelizmente, não são com todos que devemos nos misturar. Nem todos possuem um conteúdo espiritual, uma palavra de fé, para nos oferecer. Existem aqueles que só querem jogar cal na sua fé, ou que querem te tirar do espírito. Cabe a você rechaçar tais tipos de amizade.  Certa vez, eu estava no salão da igreja após o termino da reunião, orientando uma dona. Ela estava me contendo as maravilhas que Deus havia feito em sua vida, e eu lá toda feliz ouvindo. De repente ela vira e me diz: "Minha filha, você é tão bacana de Deus, pena que minhas filhas não gostam de você, te acham orgulhosa e um pouco metida." Confesso que me deu um nó na garganta,eu contive as lágrimas, mas quando cheguei na salinha das obreiras, desabei em lágrimas e soluços. Depois disso eu enfiei a minha cara no vaso sanitário, e pedi pra Deus ter misericórdia de mim. Eu naquele dia fiquei mal. Na madrugada do outro dia, quando eu falava com |Deus, ele me mostrou várias coisas. A primeira e mais importante delas, nunca jamais esquecerei, o meu Paizinho, meu amiguinho me disse: "minha filha, eu te amo do jeito que você é. Quando eu te escolhi, não olhei para as suas infinitas falhas, mas para as qualidades!"
Bem, essa palavra ficou fincada em meu coração, e no mesmo dia, quando conversava com um obreiro amigo meu, e lhe relatei a história, ele me disse, olha, sinceramente ninguém vai agradar a gregos e troíanos. Você deve ter em mente se o que tem feito é de acordo com a vontade de Deus. E sim, naquele mesmo dia cheguei a uma conclusão: o fato de eu ser reservada, buscar contato somente com quem tem o que me oferecer, e não ficar nas famosas "rodinhas" de fofoca, e muito menos rindo à toa, minha seriedade, acaba por mostrar pra quem não me conhece, que sou metida, orgulhosa ou seja lá o que for. E sim, um fato é que nunca iremos agradar a todos, mas devemos analisar o nosso tipo de amizade. Filtrar mesmo. Ainda que te chamem de "ungidona" "super santa" "dona de três Espíritos Santos" rsrs, não liga não. É assim mesmo com quem quer ser a diferença. 
E nessa semana, uma outra dona me procurou e eu vi o outro lado da moeda. Ela agradeceu por algumas orientações, e me contando seus testemunhos entre sorrisos, me elogiou pela minha seriedade, apesar da pouca idade,,,,hihihihi. 
Está vendo cara amiga, quando o seu desejo de agradar a Deus é sincero, não existem barreiras pra você alcançar seus sonhos. Saiba que você pode até ser mal interpretada pelos homens, mas, agradar a Deus é o que importa. E como já dizia o outro: O importante é o que importa! haha Mesmo que você seja taxada de "A ANORMAL". 


Na fé e na guerra, Caroline Benaia

Nenhum comentário: