terça-feira, 23 de outubro de 2012

Eu não acredito em você!

O título dessa postagem foram as palavras que um dia eu ouvi sair da boca de um obreiro.
Eu me lembro como se fosse hoje, ele olhou bem para mim, ele era meu líder, sentou na minha frente,me disse: Minha filha, você é bacana, dedicada, esta sempre se esforçando para vencer as lutas e se vencer, mas quando eu olho pra você, não consigo acreditar em você, penso sempre comigo: Pena que ela não vai permanecer.
Depois disso, aconteceram tantas e tantas coisas comigo, passei uma perseguição dentro da igreja, na escola, em casa, eu ouvi até da minha mãe, que ela não acreditava em mim, que depois que eu havia entrado na igreja eu tinha piorado. Sabe, chegou em um ponto, que nem mesmo eu, acreditava mais em mim.
E foi num sábado, eu fui pra igreja como sempre, e ai o auxiliar me deu uma ralada, que acabou comigo.
Eu desci as escadas, e entrei na salinha da evangelização, estava sem rumo, nessa hora não tinha amigos, não tinha minha mãe, e parecia que até Deus havia se esquecido de mim. Então eu entrei naquela salinha, fechei a porta, nem ascendi a luz, não tinha forcas nem pra abrir a boca e falar com Deus, só sentei na cadeira, coloquei a cara na mesa, liguei o rádio, e estava na rede aleluia, o momento do presidiário, então eu deixei rolar... Fiquei ouvindo o pastor falar com os familiares dos presos, e de repente,Deus começou a falar  comigo, de uma forma tão inesperada, guardei as palavras, e guardo até hoje comigo:
Sabe minha amiga (o), talvez você esteja passando por uma situação tão difícil, você tem se sentido no deserto, está só, parece que até Deus te esqueceu, as lágrimas estão sendo inevitáveis neste momento, mas tenha sempre em mente que Deus, só leva alguém para o deserto, quando quer exaltar no monte. Seu deserto esta árido? Continue caminhando, vai valer a pena!
Depois dessas palavras, começou a tocar a música Deus sabe de você... Nossa! Eu chorei tanto, mas não foi tristeza, foi alegria, uma alegria inexplicável, e eu continue firme, forte.
Duas semanas depois, eu recebi o Espírito Santo! E no dia eu que eu conheci o meu paizinho, eu ouvi dele as palavras mais doces que alguém pode ouvir:
Eu acredito em você! 
Meus caros, eu aqui estou, firme na fé, 5 anos na presença de Deus, passando por desertos até piores que estes, sendo humilhada, pisada, esquecida, mas estou firme, sim, eu permaneci, e quero permanecer até o fim.
Todos os dias, quando me sinto fraca e só, Deus me diz,eu acredito em você, estamos juntos até o fim! E eu renovo as minhas forças para prosseguir. 
Queridos, saiba que Deus tem um propósito grandioso em sua vida, e cabe a você deixar ele cumprir. As palavras negativas, os descréditos, virão, talvez para os homens, você não têm valor nenhum, mas saiba que Deus acredita tanto em você, que deu até seu filho, seu filho único. Então,vamos olhar para o alvo, para o autor e consumador da fé, se Ele acredita em você, pra que chorar, se entristecer, se o pastor não acredita, se os obreiros não acreditam, se nem sua família acredita? Se tudo esta tão difícil, é que sua benção esta pertinho.
#EUOROTODOSOSDIASPORVOCÊS!



Na fé e na guerra, Caroline Benaia

Nenhum comentário: