domingo, 30 de dezembro de 2012

Débora, uma mulher admirável

Mulheres que escolhem uma carreira militar em nossos dias, não são uma novidade.
Mas, uma mulher na liderança de uma batalha, isso sim, seria algo novo. uma mulher a frente de uma batalha  teria que ser dotada de qualidades especiais. Débora era esse tipo de mulher. Estava à frente de seu povo como juíza, profetiza, e ainda, participava ativamente das questões militares da nação israelita.
Débora era uma mulher incomum porque tinha se colocado nas mãos de Deus, e disponibilizando a sua vida para ser usada pelo Senhor. Deus posicionava Débora a frente de uma nação em uma posição, que numa sociedade preconceituosa, só era assumida por homens, Deus mostra que ele usa a quem quiser.
As mulheres de hoje, podem extrair muitas lições importantes para suas vidas do caráter de Débora. 
Como profetisa, Débora recebia a palavra de Deus, que deveria ser anunciada para cada momento decisivo na vida da nação. Nós também devemos pedir a Deus que nos ensine a ter a palavra certa para cada tipo de situação que encontramos em nossa vida. Peça a Deus sabedoria e direção. Débora era guiada por Deus, e Deus sempre lhe dava a palavra certa para cada momento.
Como Juíza Débora estava sempre tomando decisões importantes. Em todas as decisões de Débora vemos a influência de Deus sobre sua vida. 
Será que você esta diante de uma decisão importante e não sabe o que fazer? Peça sobre sua vida, discernimento para julgar, e decidir as questões importantes na dependência de Deus. O que precisamos de fato é de sabedoria.

Continua.......

#EuOroTodosOsDiasPorVocês
Na fé e na guerra, Caroline Benaia






sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Qual exemplo você tem dado?

Hoje quando eu cheguei na IURD a primeira coisa que eu fiz foi me ungir e ir ao altar consagrar a minha vida a Deus, dobrei meus joelhos e fui orar. Para minha surpresa do meu ladinho uma jovem dobrou os joelhos na escada do altar (confesso que ficou meio apertado Rs'), mas enfim, e quando eu terminei de orar, e disse amém, a jovem também disse amém e se levantou... Confesso que eu ri, achei bonitinho e engraçado ao mesmo tempo, dei outro oi para ela (já tinha dado quando ela chegou) e segui para o salão. 
E depois da libertação, enquanto o pr dava alguns recados, eu percebi que ela me observava...
Então eu notei que ela me observava e não era de hoje... Eu era uma espécie de espelho, mesmo sem ela me dizer isso. E nessa hora Deus me disse: Esta vendo só? Que exemplo você têm dado a ela?
Eu fiquei feliz e tranquila, pois busco vigiar o meu caráter e dar bons exemplos a ela...
Mas isso não é porque eu sou obreira não! Quem é de Deus têm a obrigação de dar bons exemplos, bons testemunhos, pois somos sempre observados, quando não por uma pessoa física, Deus e também o diabo esta nos vendo.
Me lembro quando eu era adolescente, do grupo do P.A (hoje TF Teen), um dia um obreiro sentou do meu ladinho, e disse que vinha me observando... Eu gelei, pensei, meu Deus será que eu fiz algo errado? Ele vai me repreender co, toda certeza, poxa vida, ain :(
Mais para minha surpresa, ele disse que via o meu bom testemunho, que era diferente dos demais...
Mas eu não me senti, me achei a tal, eu senti o tamanho da responsabilidade que eu carregava, e na primeira atitude errada, muitos poderia cair, se sujar, e não é essa a minha intenção.
E você, qual exemplo tem dado?

" Mas qualquer que fizer tropeçar um destes pequeninos que creêm em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, e se submergisse na profundeza do mar."
(Mateus 18:6)

#EuOroTodosOsDiasPorVocês



Na fé e na guerra, Caroline Benaia



quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Vem aí............. Vai arrebentar!



E hoje arrebentou mais que ontem, e menos que amanhã, eu Creio nisso, se nada deu certo hoje, é por que o que está por vir é tremendo, isso é benção disfarçada de maldição.

#FazendoADiferença

#EuOroTodosOsDiasPorVocês

Na fé e na guerra, Caroline Benaia

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Então eu caí...

Minha mãe bem que me avisava, não corre nessas escadas molhadas! Nem secas... Mas criança é trakina, auto confiante, acha que não vai se machucar, então eu fui,corri, caí bem uns 7 ou 8 degraus e arrebentei o meu joelho. Ardeu, doeu, rasgou a minha pele, deixou cicatriz.
E todas as vezes que eu pensava em correr, me lembrava da dor, olhava para a cicatriz, e desistia.
E é assim na nossa vida espiritual, muitas vezes. Ouvimos conselhos para não julgar, não falar da vida de ninguém, para vigiar, não deixar de jejuar e orar, mas ai... Puff!
Nos pegamos fazendo o que não deveríamos, ou mesmo, deixando de fazer, e muitas vezes é preciso nos machucar, sentir a dor, e ter uma cicatriz para lembrar que: Ali não! Isso não! Assim não!
O ser humano é falho, mas muitas vezes usamos esse fato como espécie de escudo em nosso favor... Realmente erramos, mas existem atitudes que podemos evitar, já diz o velho ditado: "Errar é humano, persistir no erro é burrice."
Errar por inexperiência, imaturidade é até tolerável, mas quando sabemos o que deve ser feito, e não o fazemos, estamos errando, nos levando para um deserto, e nos afastando de Deus.
Então para quê? Não queira aprender pelo erro, saiba que se alguém mais experiente na fé, e principalmente o Espírito Santo têm te alertado que por ali não, não vá, eles sabem o que dizem.

#É TEMPO DE VIGIAR

#EuOroTodosOsDiasPorVocês


Na fé e na guerra, Caroline Benaia

Photo effects from glitterboo.com







sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Princesa ou Plebeia?

Muitas enchem a boca pra dizer que são princesas... Postam centenas de frases no Facebook do tipo: "Princesa, erga a cabeça se não a coroa cai..." "Você é princesa, é escolhida..." - -'
Dizer que é princesa a torto e a direita todas dizem, eu conheço muitas, mas que tipo de princesa você têm sido ou quer ser? Eu conheço as princesas do Funk, as princesas do Rap...
E ser princesa não é necessariamente ter bons modos, saber de cor e salteado as regras de etiqueta, se vestir divinamente bem.. Não não, nada disso.
Qual o requisito básico para uma moça ser considerada princesa? Ser filha de um rei oras.
Se é uma honra tremenda ser filha de um rei, imagina só ser filha do Rei dos reis, Senhor dos senhores.
Mas quem é filha do Rei? Quem pode se considerar de fato e de verdade filha do Rei?
Aquelas que têm o Espírito dEle. Não adianta, temos que ter o DNA de Deus, caso contrário, não passaremos de simples plebeias.
Que tal buscarmos a natureza divina, buscarmos adquirir a verdadeira realeza? Let's Go...


 "Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.

(Romanos 8:9)

#EuOroTodosOsDiasPorVocês :)

Na fé e na guerra, Caroline Benaia


quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

O salto alto

Eu passando diante da vitrine, e quando olhei aquele sapato, foi amor a primeira vista. Nãaaooo, para tudo, tive de entrar, na loja e experimentar.
Sentei, e eu lá provando, na prova percebi que não era confortável, mas foi amor a primeira vista, extremamente lindo. Resultado: Comprei.
Chegou uma ocasião especial, e  tcharam! Coloquei o par de sapatos.
Fiquei por horas de pé, quase que chorando de dor, mas mantendo a pose, comecei a sua frio mas eu ali, mantendo a pose, e chegou num ponto que simplesmente não dava mais, não conseguia sentir os meus dedos. E eu lá, bem vestida, mas tirei imediatamente os sapatos e voltei para casa descalça, todos me olhavam, mas a dor que eu sentia, era maior que a vergonha, e por isso lá se foi eu descalça...
E Deus então falou comigo...  Quantas não são as vezes que estamos montadas no salto alto, sentindo dor, sofrendo, gemendo, porém, mantendo a aparência?
Eu já fui muito assim, e infelizmente por ser humana e falha, passo por determinadas situações mas busco manter a aparência. E quem nunca? 
Mas se fazer de forte, e fingir que está tudo bem para os homens é o de menos, o problema é quando agimos assim diante de Deus. Como se ele não soubesse, ha há há. 
Muitas vezes estamos distantes, a nossa comunhão não esta como a de antigamente, não temos tido força, mas mesmo assim, não somos humildes para enfiar a cara no chão, e se derramar aos pés de Jesus.
Tiremos o salto alto espiritual, e venhamos a nos despojar diante de Deus, calçar as sandálias da humildade,e o mais, Deus fará por nós.

"Dois homens subiram ao templo, para orar; um, fariseu, e o outro, publicano.
O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: 
O Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano. 
Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de tudo quanto possuo. O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo:
O Deus, tem misericórdia de mim, pecador! ".

( Lucas 18:10-13)





Uma mensagem muito forte, falando também do salto alto espiritual, Blog do Bispo Edir Macedo:
http://www.bispomacedo.com.br/2012/12/04/de-salto-alto-no-fundo-do-poco/




#EuOroTodosOsDiasPorVocês
Na fé e na guerra, Caroline Benaia