terça-feira, 5 de março de 2013

A menor tribo do Força Jovem

Há cerca de um ano atrás, eu era do Força Jovem Universal, e me recordo da minha tribo. Era a menorzinha, ninguém nunca disse diretamente, mas... Acredito que muitos pensavam: - Nossa, mas como são moles!
Eu posso te garantir, o meu foco como cabeça de tribo, nunca foi trazer multidões, mas sim, investir nos jovens que faziam parte da minha tribo. Eu procurava cuidar deles, orientar, ensinar, fazer propósitos, dar a vida por eles, cuidar do pouco que Deus vinha confiando em minhas mãos.
Eu nunca me preocupei com multidões, mas com a qualidade espiritual.
Do que adianta a minha tribo ser a maior, e não haver nenhum jovem salvo, firme com Jesus? Trabalho em vão!
Eu foquei no que interessa. E hoje?
Hoje, da menor, da tribo mais "fraca", permaneceram TODOS  os jovens!
Um é um grande homem de Deus, e está prestes a ser levantado de obreiro, a outra, firme com Jesus, fazendo a diferença no cultura, e exalando o bom perfume do Senhor Jesus, a outra, em processo de libertação, mas vejo lá na frente, o estrago que ela fará no inferno, e a grande mulher de Deus que ela é, a outra, pela fé, com os olhos espirituais, é uma grande mulher V.
Não se importe com o muito, executo com excelência o que Deus tem de dado, se for uma alma, uma sequer, faça dessa pessoa seu discípulo, lute pela salvação da alma dela, existe uma festa no céu, não quando a igreja esta cheia, mas quando alguém se entrega para Jesus e é Salvo.


Na fé e na guerra, Caroline Benaia

Nenhum comentário: