terça-feira, 12 de março de 2013

Quero de volta o passado

Foram as minhas palavras nessa semana. Eu estava bem triste, num cantinho do pátio da faculdade, e lembrando o que há cerca de 6 meses atrás, era completamente diferente... Lá estava eu, meus amigos do ensino médio, nós estaríamos tomando café juntos, rindo, brincando, enfim, e lá, eu estava sozinha, então desejei de volta o meu passado, os meus amigos, as minhas horas felizes.
Então Deus falou comigo... Eu estava me fechando a novas amizades, a novos entrosamentos, afinal, para mim, nada seria bom como antes, não teria amigos como os de antes.
E assim acontece com a nossa vida com Deus, nos recordamos do início da nossa caminhada na fé, lembramos das nossas loucuras, dos nossos propósitos, das nossas experiências com Deus, do nosso passado, o quanto era maravilhoso isso, aquilo, como foi essa, aquela experiência, mas deixamos de viver o HOJE.  O que Deus HOJE pode fazer em nossas vidas, as experiências que HOJE, podemos ter com ele, os propósitos mais loucos que hoje, devemos FAZER.
Lembrar do passado com saudades, é normal do ser humano, mas querer vive-lo novamente é o nosso maior erro. Devemos desejar fazer melhor que ontem, fazer o diferente hoje, ser feliz hoje.
Vamos deixar de nos apegar ao passado, sejamos realistas: ele não volta, já era, já foi, não importa o quão maravilhoso foi, mas FOI.
Hoje você pode fazer a diferença na vida de alguém, HOJE você pode fazer alguém feliz, HOJE pode ser a sua maior e melhor experiência com Deus HOJE.....
Sabe quando você era menina, que aquela boneca que você tanto amava, quebrou um braço? Você a amava tanto, era a sua preferida, foi difícil ter que joga-la fora, mas chegou uma hora que... Você teve que joga-la, é uma bagagem inútil, não tem serventia, somente VALORES SENTIMENTAIS.  E assim é o passado, mas a mulher de Deus, que tem visão, não vive pelo sentimento, vive pela fé. Vamos nos analisar agora? ver o que há em nós que ainda não nos desapegamos? Coisas que foram boas sim, porém passaram, mas mesmo assim, não deixamos de querer voltar a vive-las? Vamos jogar no lixo tudo aquilo que nos impede de ir adiante, que é demasiadamente pesado para que possamos prosseguir. Você consegue!

Na fé e na guerra, Caroline Benaia



Nenhum comentário: