quarta-feira, 22 de maio de 2013

Os coices e patadas

Com certeza você já deve ter ouvido por ai, quando alguém dá uma palavra grosseira, ou mal educada para outra, as pessoas dizem " patada", "coice" e por ai vai...
Eu confesso a vocês, que eu era assim, vivia dando coices nas pessoas , que menina mais desagradável! Outras vezes eu nem pensava no que estava dizendo mais dizia, e pronto.
Até que um dia a minha melhor amiga e meu namorado me colocaram na parede, e me disseram o quão terrível era para eles, me "suportarem " nos dias em que eu mais parecia um cavalinho do que gente. Eu fiquei arrasada, tentei expor meus motivos, me justificar, me fazer de vítima, como assim? Eu? Não é bem assim! Vocês tem que entender que eu... Na realidade não havia desculpas! 
Eu falava sem pensar, ou o que queria, e não pensava nas consequências, e o pior, muitas vezes descontava nas pessoas ao meu redor, os meus problemas, os meus dias maus, as situações que eu havia passado.
Foi dureza reconhecer, e ser humilde o suficiente para ver Deus no alerta que eles me deram, pois bem, se eu quero ser mais usada por Deus, eu tenho que ser lapidada, e isso dói,
E desde então tenho me esforçado para mudar, ninguém tem nada a ver com os meus problemas e dias maus, por isso toda a vez que vou falar penso mil vezes!
E eu senti isso na pele... Tenho uma amiga, que considero muito, sempre nos demos muito bem, mas de uns tempos para cá, ele mudou comigo, e eu sinceramente falando, me analisando e reanalisando, acho que não mudei nada com ela, mas ela tem me tratado de maneira rude, me dando os famosos "coices", e "patadas", e isso é terrível, e percebi exatamente o que as pessoas sentiam, e principalmente o que Deus via e se entristecia comigo.
Eu sei que as vezes as palavras mal educadas fluem de nossas bocas, mas devemos domar as nossas línguas...
E outra, a nossa boca fala, do que está cheio o nosso coração, se ele estiver cheio de coisas ruins, de orgulho, enfim, tudo o que saíra de nossas bocas serão palavras que ao invés de edificar, irão derribar alguém.
Espero ter ajudado.

Na fé e na guerra, Caroline Benaia


Um comentário:

Unknown disse...

É vdd, muitas vezes damos patadas nos outros mas qnd dão patadas em nós ñ gostamos. Devemos tratar os outros como queremos ser tratados