segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Uma candidata a obreira #Parte 7

E então, aquela sexta chegou. Ele chegou junto com a sexta. Quem era ele? Porque esta sexta marcou? Vamos descobrir na parte 7, não percam.


Eu escuto um Pr gritando, rs, minutos antes de começar a reunião: - Você que faz parte da equipe do Jejum dos impossíveis, venha aqui, tenho um recado para você. 
-Uaaaaaiiiiii, cade o auxiliar que estava aqui? Visheee, o vento soprou. Vamos lá né, estou nesta fé, e vai arrebentar.

- Então pessoal, Deus e eu estamos contando com vocês! Cheguei aqui agora, meu muito prazer, eu sou o Pr Lorenzo... (Não, este não é seu nome, mas a história é verídica, então, zelo pela confidencialidade), e agora estou aqui com vocês. Érrr... Por favor, alguém pode pegar uma folha e uma caneta para mim?
Na hora, eu corri disparada para a salinha de campanha, e fui buscar. Quando voltei, ele estava olhando com um sorrisinho de canto para mim. Até ai normal, mas aí ele se vira para mim, e diz: 
 - Hey, a partir de hoje, você quem cuida da minha reunião. Tá ligado? 
Eu, olhei com meu melhor olhar arregalado, e respondo:- Não sr!  
- Oxente, porque? Tá ficando doida é?  
- Não sr. 
 - E porque você me diz não? 
- Porque eu não sou obreira Pastor! Entrei na salinha porque sou colaboradora, só isso.  
Ele, naquele exato momento, fechou a cara, desfez o sorriso, e disse:- Tá ligado. Não é obreira mas vai ser, eu vou te ajudar a chegar lá. Tá ligado, minha filha? - Tá ligado Sim sr Pr.

Meu Deus, mulher é bicho besta não é não? Eu já chequei em casa suspirando, cheia de: Ahhhhhh!  Nossa, eu fiquei balançadinha com aquilo, mas deixei para lá.
Deixei para lá, até o dia seguinte, após o Jejum, pois uma obreira me disse algo, que começou a alimentar alguma coisinha....
- Ei menina! O Pr demonstrou um interesse por você! Hoje ele me chamou, antes do jejum, e me perguntou como você era, se era comprometida, mas por último,me perguntou a sua idade, e quando  falei, ele desanimou rs. 
Euuuu? Euuuu? Mentira. Haaaaaaaaaaaaaa, que babado forte! 
Fiquei feliz, menina bobinha sabe? Pronto, perdi o foco, comecei a fantasiar... Imaginar eu de obreira, ao lado dele, fazendo a obra no altar. Que lindooo.... 
Que lindo nada! Haha. Eu deveria me enxergar, e me colocar no lugar de mulher de Deus. Afinal, eu ainda era uma menininha, que deveria é se preocupar com as coisas de Deus, em servi-lo, e não ocupar a minha cabeça com pensamentos inúteis e fantasiosos. 
Mas enfim... Fui me levando por aquilo. Alimentando, alimentando. Mas o Pr sempre na dele,não demonstrava nada. Só eu que ficava ali, nas ilusões. E o tempo foi passando, passando, até que um dia...
Chega a notícia de que ele estava orando com uma obreira da minha igreja. Nossssaaaa, eu fiquei em choque; pois na minha cabecinha, ele gostava de mim, iria me ajudar, me esperar entrar na obra, e ter 18 anos. Ai namoraríamos kkkkkkkk Ohhh! Nada disso, ele agiu de maneira sensata, e deu continuidade. 
Mas ai, começou um dos meus maiores infernos... 

To Be Continued.....



Nenhum comentário: